Jequié fica 30 dias sem registro de homicídio, após 9 anos

O município de Jequié, após 9 anos e 3 meses voltou a ficar 30 dias sem registro de um CVLI (Crime Violento Letal Intencional). O resultado é fruto de um trabalho que vem sendo desenvolvido nos últimos anos, com o mapeamento das ORCRIMs (Organizações Criminosas) que atuam em Jequié e região. No ano de 2017 houve redução dos referidos crimes e, em 2018, com um trabalho ainda mais direcionado e com foco em operações de inteligência no âmbito prisional, os números continuaram a melhorar. A Polícia Civil, em conjunto com a inteligência prisional (COORDIP), desencadearam cinco operações relacionadas aos mandantes dos CVLI, os quais gerenciavam os ilícitos de dentro do Conjunto Penal de Jequié. Participaram também das operações, o 19º BPM e CIPE/Central. Foi possível a transferência de quatro presos ao presídio de segurança máxima de Serrinha, fato determinante para obtenção na redução dos crimes. Jequié, no ano de 2018, apresenta uma redução dos CVLI em 35% em relação ao ano anterior. Neste ano, a Polícia Civil está com índice de resolução de CVLI em 54% e indiciamento em 36%, números que demonstraram a efetividade dos trabalhos que vem sendo desenvolvido. Fonte: Informe interno 9ª COORPIN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *