Jequié: Porteiro de escola foi morto por fazer parte de facção rival

A Polícia Civil de Jequié por meio da Divisão de Investigação Criminal, sob o comando do delegado Dr. Moabe Macedo elucidou na data do dia 03 de agosto de 2018, o homicídio que vitimou Jorge Dias Silva, porteiro morto no interior de uma escola municipal no último dia 24 de julho, no bairro Cansanção. Durante investigações, a Polícia constatou a participação de quatro indivíduos no crime: o adolescente R.V.S; Leandro de Jesus Souza, vulgo Gazo; Sérgio Willian Santos Oliveira e Taise Santos D Ávila. De acordo com a 9ª COORPIN, a motivação do crime foi à rivalidade de grupos criminosos. Os investigados relataram que a vítima pertencia à facção adversária. Os autores receberem ordem de dentro do Conjunto Penal de Jequié para executarem Jorge. A Delegacia Territorial de Jequié esclarece mais um homicídio e continua trabalhando na elucidação dos crimes que tanto comovem nossa sociedade. Fonte: ASCOM 9ª COORPIN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *